Covid-19. Quais são os segredos das imobiliárias?



Mesmo em crise,continuam a vender-se casas. Qual será o segredo? Como é que as imobiliárias se adaptaram?

O artigo de hoje irá falar sobre esse assunto.


O setor do imobiliário tem se adaptado a esta crise chamada Covid-19. Mesmo atravessando por estes momentos menos bons para o setor, ele adaptou-se e criou alternativas para continuar a fechar negócios e salvar, dentro do possível, os resultados deste primeiro semestre. Na prática, os processos mantêm-se, mas tudo através de um ecrã. Formam-se consultores e criam-se interações online com potenciais clientes.

Ainda assim, as consequências vão ser sentidas e já se começa a assistir a uma quebra nos preços.

Conferências online, visitas virtuais a imóveis e formações de colaboradores. Em tempos de crise, as imobiliárias adaptam o modelo de negócio ao online para não deixar morrer o mercado imobiliário.


De acordo com a eco.sapo.pt várias agências imobiliárias portuguesas adaptaram os seus serviços e os métodos de trabalho de todos os seus colaboradores, para que nenhum negócio ficasse por concluir.


Ricardo Sousa - CEO da Century 21 - detalha Fizemos a transferência completa da nossa plataforma para o online e a passagem para e-learning e webinars [conferências online]”.


A Sotheby’s International Realty tem toda a equipa em Portugal a trabalhar a partir de casa. Miguel Poisson, diretor-geral da imobiliária, detalhando ao ECo que a Sotheby’s desenvolveu ferramentas que permitem“procurar clientes online, fazer visitas virtuais a imóveis, fazer avaliações bancárias sem entrar nos imóveis e formalizar as escrituras com recurso a advogados, quando os notários não estão disponíveis”.


Na InFocco Real Estate Solutions, a necessidade de servir os clientes de forma inteligente, fez-nos também adaptar mais o nosso método de trabalho através da tecnologia. Estamos a substituir as reuniões através da tecnologia, mantendo-se a mesma proximidade, o mesmo serviço e a mesma qualidade.


Tal como a ECO, fizemos a pergunta que todos gostavam de saber a resposta, a Ricardo Oliveira- CEO da Visionary Fragment.


“Mercado está congelado”. Mas qual será o impacto nos preços?


" Ninguém sabe. Porque depende do tempo de confinamento social. Vai depender das medidas que o governo vai adotar e o que vai chegar às famílias portuguesas em termos financeiros. Mas com a diminuição dos empregos e as empresas em Lay-Off, vai existir uma diminuição, embora não acredite, que esta seja muito acentuada."

Ricardo Oliveira referiu que " apesar desta incerteza, resultante da pandemia, a Visionary Fragment não teve nenhum cancelamento de projetos, seja na área da hotelaria, tendo sido procurada para mais dois projetos nesta área para nascer em Portugal, residências sénior ou mesmo habitação".


Vamos continuar a mantê-lo informado sobre este e outros assuntos da atualidade.

Se acha que deveríamos falar de determinado assunto, comente o nosso post ou envie-nos a sua pergunta. Estamos aqui para o ajudar naquilo que nos for possível.


InFocco Real Estate Solutions




Fonte: eco.sapo.pt

14 visualizações

© 2020 InFocco Real Estate Solutions

  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle
  • LinkedIn - Círculo Branco